Censura

Será o fim do Youtube e Blog?

Designed by Asierromero
Imagine a internet com poucos sites de pesquisa no Google, com seus canais preferidos deletados do Youtube.

A união europeia aprovou uma lei que consequentemente pode afetar o uso da rede no Brasil.

Interfere diretamente os produtores dos conteúdos de Blog, canal no Youtube ou outras redes sociais.

O que está por vir?

Trata-se do “artigo 11 e 13”, a medida faz parte da proposta de legislação de direitos de autor na UE, que tem como objetivo proteger a criatividade.

Os votos finais da proposta ocorrem em janeiro de 2019.

Há controvérsias, porque as plataformas e as redes sociais terão mecanismos que impedem a publicação de imagens  que estejam protegidos por direitos de autor.

Além disso, você não vai poder mencionar no seu site e canal links externos de entidades, pessoas que tenha tais direitos.

O objetivo principal será o filtro de cada acesso e controlar as massas,  me fez lembrar o livro 1984, de George Orwell, onde as pessoas eram vigiadas, ou seja, parece que esse autor já sabia o desfecho.

Já existem diversos movimentos para tentar barrar essa ação.

A CEO do Youtube, Susan Wojcicki, escreveu uma nota no Twitter:

“O artigo 13 poderia colocar em risco a economia criativa de criadores e artistas de todo o mundo”, disse ela.

Learn more about European copyright rules and how Article 13 could put the creative economy of creators and artists around the world at risk:

— Susan Wojcicki (@SusanWojcicki) 8 de setembro de 2018

Por enquanto isso pode demorar a chegar no Brasil, mas terá um efeito dominó;

Uma vez que grande parte do nosso conteúdo também é compartilhado com os portugueses.

E toda a internet é uma rede gigantesca de conexão, é como não querer pensar uma internet sem links.

Acredito que a sociedade está sendo moldada para fins de controle mental, as empresas de tecnologia estão prestes a perder a garantia de ser livres na web.

 

Por Fabio Teles

Veja também: IA, Startup quer identificar indivíduos em multidões

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *